11 de junho de 2015

Pastel de Nata- Tradicional Português #5

O doce mais típico de Portugal, o Pastel de Nata é um ícone e um orgulho nacional! Esta pequena maravilha aromatizada de limão e canela, tem um recheio cremoso dentro de uma massa crocante e é o preferido de todos os portugueses!



PASTÉIS DE NATA (10 a 12 unidades)

- 250 gr de leite gordo (leite integral)
- 150 gr de açúcar
- 75 gr de água
- 30 gr de farinha sem fermento
- 4 gemas
- 1 ou 2 paus de canela
- 3 ou 4 tiras de casca de limão (limão siciliano)
- cerca de 300 gr de massa folhada*

Para a calda de açúcar: Num tacho levar ao lume o açúcar e a água, mexendo antes para dissolver o açúcar e não voltando a mexer enquanto está ao lume. Deixar ferver 3 minutos até atingir o ponto pérola.

Para o creme de leite: Dissolver a farinha com um pouco de leite frio e mexer muito bem para ficar uma pastinha/creme sem grumos. Levar o restante leite com a canela e casca de limão (sem a parte branca) ao lume até começar a querer ferver. nesse momento juntar à mistura de farinha pouco a pouco e retornar tudo ao lume, mexendo sempre até engrossar.

Para o creme do pastel de nata: Juntar em fio a calda (não precisa arrefecer) ao creme de leite, mexendo sempre com uma vara de arames para não formar grumos. Deixar arrefecer cerca de 10 minutos e misturar um pouco deste creme nas gemas para evitar um choque de temperatura. Juntar depois tudo e mexer bem para incorporar as gemas no creme. Passar por um passador para descartar a canela, limão e algum grumo que se possa ter formado.

Para a massa*: estique a massa folhada num rectângulo com cerca de 18/20 cm por 33-35 cm. Polvilhe com um pouco de água e enrole num rolo. Corte rodelas com cerca de 2 cm de espessura.
Coloque as rodelas de pé nas forminhas e forre com a ajuda do polegar humedecido em água para não agarrar. Leve ao frigorífico  cerca de 10 minutos antes de rechear.

Para cozer: Encha as forminhas** até 3/4 com o creme e leve ao forno pré aquecido a 250ºC (ou o máximo que o seu forno atingir) durante cerca de 10-12 minutos. É importante que o forno esteja a aquecer durante uns 20 minutos antes de colocar os pastéis. Os pasteis devem ficar com a massa dourada e crocante e com o recheio cremoso e com um aspecto tostado na superfície. Ajuste o tempo de cozedura conforme o seu forno e o tamanho das forminhas. Todos os fornos são diferentes então tenha atenção para não cozer demasiado e ficar com aspecto talhado. É provável que nem em todos os fornos os pasteis ganhem cor de maneira a ficarem com pontos pretos. Os pasteis de nata feitos em casa nunca ficam iguais aos das pastelarias, para nos aproximarmos o máximo possível temos de ir experimentando com os nossos fornos para perceber se temos de baixar a temperatura e ajustar o tempo.

*O ideial é usar massa folhada caseira, feita com manteiga, como a receita que demos na semana passada, porque a massa folhada de compra tem tendência a encolher e não é tão crocante. Mas se for essa a sua opção tenha em conta que visualmente ficaram um pouco mais pequenos e um pouco mais moles.
Link para a receita de massa folhada: https://www.youtube.com/watch?v=4gDVzIl1IAo

**As formas típicas de pastel de nata vendem-se em Portugal nas casas de artigos de cozinha para profissionais. Podem também ser feitos em formas de muffins, empadas ou descartáveis de alumínio.

13 comentários:

  1. Fiz estes pasteis mas o creme talhou porque será?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Marisa, quando o creme coze demais no forno ele fica com uma textura que parece talhado. Da próxima vez coza menos, mesmo que eles ainda lhe pareçam branquinhos. Infelizmente nem todos os fornos de casa conseguem fazer com que eles fiquem douradinhos sem passarem do ponto :( E de sabor que tal ficaram?

      Eliminar
    2. Possivelmente foi mesmo isso que aconteceu, mas mesmo assim não sobrou nem um para contar uma história 😄 além que foi a receita que melhores resultados consegui

      Eliminar
    3. Sendo assim ainda bem! E para a próxima já sabe :)

      Eliminar
    4. Muito bom Rita. Sua receita é óptima. Contudo, ao igual que outras pessoas, tem vêzes que o creme fica com aspecto talhado e noutras seguindo tal e qual a receita não fica e ainda ficam com o aspecto torrado muito apetitosos os pastéis. Agradecia melhores informações para este assunto. Feliz Natal.

      Eliminar
    5. Como expliquei acima quando o creme talha tem a ver porque coze demais. É muito difícil atingir a textura dos das pastelarias pela questão da temperatura do forno. Nas pastelarias eles são cozidos a 400ºC e em casa os fornos não passam dos 250ºC... Se os seus ficam diferentes em diferentes ocasiões deve ter a ver com algumas vezes o forno não estar na temperatura correcta, ter enchido as formas com mais ou menos recheio... são vários factores que podem influenciar ;)

      Eliminar
  2. Olá Rita! Reparei que as medidas dos líquidos estão em gr e fiquei na dúvida se é mesmo assim. Obrigada :) Já agora, para fazer uma tarte de pastel de nata, deverei aumentar a quantidade dos ingredientes? Obrigada!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por acaso eu peso sempre os líquidos ;) Acho bastante mais confiável do que usar medidores. Nestes líquidos os pesos são equivalentes ao volume, ou seja 100 gr de leite equivale a 100 ml e por ai fora. Quanto à tarte de pastel de nata penso não ser esta receita a indicada porque ao cozer demais pode não ficar tão cremosa, mas só experimentando... E a quantidade depende do tamanhp da sua forma ;)

      Eliminar
  3. Ficaram perfeitos!
    Muito obrigada pela partilha!

    ResponderEliminar
  4. Sou novo nestas andanças de pastelaria.
    Das inúmeras paginas que já li e ouvi sobre os Pastéis, a sua pagina/video foi de longe a que melhor explicou o processo e, o ponto principal (para mim) o talhar do creme.
    Como alguém que comentou acima, os que tenho feito (e talhados) não sobraram para contar a história.
    Se não usar (talvez ainda hoje) a sua receita (a que tenho usado leva + 1 ingrediente), no mínimo usarei a sua explicação para os vários passos do processo.
    Para os "maçaricos/bébés/etc"como eu, as explicações são QUASE tudo.
    Muito obrigado pelo seu video e cuidado nas explicações ao longo de todo o processo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fico muito contente que sejam úteis as dicas! Gosto que as receitas corram bem a quem faz em casa <3 Beijinhos e bons pasteis!

      Eliminar