31 de agosto de 2015

Baunilha: como e o que usar?

A Baunilha é talvez a especiaria mais usada na pastelaria. Pelo seu sabor aromático confere a bolos, bolachas, gelados e outras elaborações um gosto especial.
A vagem da baunilha vem de uma espécie de orquídea e tem um aroma e sabor ricos e requintados. É a forma ideal de incorporar este especiaria nas nossas receitas. Para isso devemos abrir a vagem ao meio, no sentido do comprimento e raspar todo o seu interior (também chamado de caviar da baunilha).


No entanto além da vagem encontramos no mercado outras alternativas sendo as mais comuns os extractos e essências. Os extractos, como o próprio nome indica, são extraídos do elemento do qual se quer concentrar o sabor (no caso da baunilha são feitos a partir das vagens de baunilha). Já as essências ou aromas, por norma, são sintéticos e feitos quimicamente para se assemelharem ao sabor original do ingrediente que estão a reproduzir. Os extratos são mais caros e difíceis de encontrar do que as essências. Nas receitas, podem usar-se ambos na mesma quantidade, consoante a preferência (ou a carteira).


Hoje também se encontram nalguns supermercados pastas de baunilha e moinhos de baunilha. As pastas são um concentrado de vagens de baunilha com uma intensidade de sabor muito potente e os moinhos são vagens secas que se trituram na hora de usar (como nos moinhos de pimenta).  Tanto a pasta como o pó das vagens resultantes da moagem podem substituir as vagens, sendo que devemos usar cerca de uma colher de chá por cada vagem.

Outra maneira de usar baunilha é usando açúcar baunilhado em receitas em vez do açúcar normal. Este açúcar de compra normalmente é aromatizado artificialmente, mas a boa noticia é que é muito fácil de reproduzir em casa e com ainda melhores resultados.


Como fazer açúcar baunilhado:
Quando usar vagens para qualquer receita coloque-as num frasco bem fechado com açúcar. Não precisa ter um número fixo de vagens e de açúcar. Basta ter um frasco destinado a este fim e ir colocando vagens à medida que for usando. Lembre-se de ir abanando de vez em quando para soltar o açúcar que vai ganhando humidade passada pelas vagens e para melhor distribuir o que resta do caviar nas vagens. Passada 1 semana já se nota um suave gosto e aroma no açúcar, mas quanto mais tempo passar mais intenso estará. Pode ir usando e repondo o açúcar porque as vagens duram imenso tempo. Também pode moer este açúcar juntamente com as vagens para ficar com um açúcar mais fino e aromático.


Como fazer extrato de baunilha: 
A melhor maneira de extrair o sabor da baunilha é usando uma bebida alcoólica. A melhor opção é usar vodka pela ausência de sabor que aporta. Numa garrafa pequena coloque entre 4 a 6 vagens de baunilha abertas e raspadas (com o interior das vagens) e complete com vodka (cerca de 1 chávena de quantidade). Feche e deixe num local fresco e seco e todos os dias abane durante uns segundos, durante dois meses. Depois deste tempo está pronto a usar.

Rita


2 comentários:

  1. Boa Rita! Aproveito sempre as vagens de baunilha, depois de retirar as sementes, e coloco num frasco com açúcar para este ficar "baunilhado"! Hoje publiquei umas dicas sobre levedantes! Deixo-te aqui o link!
    http://camomilalimao.blogspot.com.es/2015/08/fermento-em-po-ou-bicarbonato-de-sodio.html

    ResponderEliminar